domingo, outubro 07, 2012

Quanto do teu sal

 
 -
 
Ó Mar Salgado, quanto do seu sal voltou a ser lágrimas de Portugal!

2 comentários:

Luciano Craveiro disse...

Absolutamente verdadeiro!
Um abraço!

tacci disse...

Abraço também.