quinta-feira, dezembro 14, 2006



O absurdo máximo é viver e morrer! Ser e não ser! A vida é um sim que significa - não! O homem exclama: sim! Os ecos respondem-lhe: não!

Erguer e deitar abaixo! Fazer e desfazer! Deus, o que há de infantil na tua Obra!

O culto do Menino Deus! Deus é o Deus Menino. Lá está num altar da minha igreja, e tem o mundo na mão. Para quê? Para brincar com ele.

A esperança desespera, o amor odeia, a razão endoudece! É o desvario infantil que vem da Origem e trespassa todas as cousas...

E a Morte? O prazer com que ela mata certas pessoas! É uma criança a esfarrapar uma boneca.

A Criação é uma obra infantil, porque Deus é o Deus Menino. O velho barbudo de Israel é um pesadelo do Deserto.

Teixeira de Pascoaes, O Bailado,«Sombra e Pedra», VI a XI

15 comentários:

Rudolfo Wolf disse...

O Tacci faz mesmo um blog muito bonito e cheio de interesse -será um lugar comum, já o terei aqui escrito, mas nunca é de mais dizê-lo.
Teixeira de Pascoaes, mais um dos nomes tristemente esquecidos de uma cultura que as élites dominantes não dão mostras seuqer de conseguir compreender, quanto mais preservar no estudo que o seu passado naturalmente lhe deveria merecer. E no entanto não seremos capazes de compreender a vivência de uma época sem atentarmos e tentarmos entender estes Autores e as preocupações que os ocuparam e a mundivisão que nos legaram.
Bem-haja Tacci, por este Portugal Caramba! que é mesmo assim que os portugueses devem começar a dizer com veemência.
Aleluia homem que tens alegria em viver!

Luís F. de A. Gomes

o clube disse...

Creio que houve aqui qualquer equívoco com os nomes memorizados e já tive que fazer um post em nome do Sr. Rudolfo Wolf no clube do "Atirei o Pau ao Gato". No entanto, como a assinatura o indica, o comentário é da minha autoria.
Àquele simpático visitante e comentador do nosso humilde blog, aqui fica o nosso pedido de desculpa. Para o Tacci, aquele abraço, seguramente que não me quererá mal por este lapso.

Luís F. de A. Gomes

Gi disse...

Nunca tinha feito esta leitura, mas sou tentada a concordar. Embora as crianças estejam no topo da minha pirâmide de afectos, reconheço que a algumas se lhes consegue notar traços de crueldade. De repente lembrei-me do livro do Senhor das Moscas, a natureza do mal está lá, são crianças que representam essa simbologia e mesmo assim tudo é tão verosímil...
Estranho Mundo este em que nem às crianças se lhes reconhece inocência.
Um bom dia Tacci, agora fiquei a pensar no assunto :O)

tacci disse...

Luis, é sempre bem-vindo, seja qual for o nick que o traz.
Também considero Pascoaes muito importante, não propriamente como pensador, mas sobretudo como poeta e como uma das figuras chave da nossa cultura na primeira metade do século passado. O Portugal, Caramba!, o que tenta é encontrar sinais como estes na nossa literatura (ao mesmo tempo que me diverte, claro).
Um grande abraço e obrigado pelas suas palavras.

tacci disse...

Gi:
Quando foi do caso da Gisberta fui a correr procurar o livro do Golding que andava perdido pelas estantes (e já o perdi de novo). Nessa altura fiquei a pensar que o bando dos caçadores - responsáveis pela selvagização de todos - se formou a partir de um grupo já fortemente estruturado, uma espécie de seminaristas, se bem me lembro. (Era?) A origem do mal não estará na estrutura que assimilaram?
Por mim julgo que as crianças e adolescentes, por si sós, são capazes de bastante crueldade inocente, quer dizer, aquela crueldade que vem de não se ter imaginado no lugar do outro, seja uma mosca a que se arranca as asas ou uma Gisberta que se tortura. A nossa responsabilidade como adultos em situação de educadores é, antes de mais, ensinar isto: o outro pensa, sente, está tão cheio de vida como nós. Não sei se a Drª M. de Lurdes Rodrigues o entendeu.
Com o risco de me tornar cansativo: tenho um amigo que perfilha uma teologia muito própria. Segundo ele, Deus é uma criança a jogar um jogo de guerra num computador muito complicado. Quando um de nós desaparece do ecrã, Ele encolhe os ombros e pensa «que chatice!» e continua o jogo. Não é que não seja bom. Mas imaginará realmente que aquele montinho de pixeis dotado de alguma autonomia tem uma alma?
Esse meu amigo acha que ele nunca pensou nisso. Está demasiado absorvido pelo jogo.
Um abraço, Gi.
Até sempre.

no largo da graça disse...

Viva Tacci!
Eu sou Luís o filho de Foch e de facto assino sempre com o meu prósprio nome de que, não sei porquê, nos tempos de estudante -já lá uns quantos quinze dias, não é assim?- me habituei a abreviar os do meio. Luís F. de A. Gomes é pois a minha verdadeira identificação, não se trata de nick e naturalmente só uso essa forma de me identificar.
O Sr. Rudolfo conhecêmo-lo do "Portugal Diário", onde publicitámos este blog e onde solicitámos os contributos de vários leitores, entre eles o Sr.Wolf a quem reitero o pedido de desculpas.
Concordo consigo quanto a Teixeira de Pascoais; aliás e infelizmente, enquanto na Europa temos grandes vultos do pensamento em geral, a nossa filosofia é muito pobre e não é por acaso que na sua História encontramos o monumento que é Vieira, o Padre e pouco mais e em nenhum caso caso ali encontramos um contributo original e que efectivamente tenha sido uma mais valia para a aventura do conhecimento. Spinosa foi atrás da expulsão dos seus pais, não foi e o húmus de um Pedro Nunes igualmente se foi na demanda da Holanda e do Levante que os sefarditas se viram forçados a fazer.
É tão estreito o fio que separa a civilização da barbárie, a Humanidade da selvejaria que só poderíamos mesmo recorrer a um livro tão elegante e cheio de perguntas e dúvidas que nos levam a aprender, como o é "O Deus das Moscas" de William Golding para procurarmos tentar entender a maldade que pode ter estado na base do indizível que aconteceu à pessoa que refere. E foi precisamente por isso -creio eu, na minha modesta opinião, como é bom de ver- que o Mestre escolheu um universo de crianças para nos levar a fazer uma tal reflexão, pois de outra forma como compreender a crueldade das crianças que a Gi tão bem identifica?
Bem, não os empato mais e só quero desejar um fim-de-semana de paz e alegria para o Tacci e uma vez mais para a Gi também.

Luís F. de A. Gomes

PS
Queria aparecer como "Atirei..." mas não sei porquê agora só me sai a identificação do largo.
Não há qualquer mal por isso, pois não?

tacci disse...

Meu caro Luís, estou, de certeza, completamente errado, mas sempre pensei que a literatura, sobretudo a ficção, têm tido uma enorme importância no demarcar da fronteira entre barbárie, como diz, e humanidade. Julgo que foi a partir do romantismo que a exploração da subjectividade das personagens na literatura habituou camadas cada vez maiores de leitores a sentir-se no lugar do outro, seja ele a criança como no "David Cooperfield", o escravo como em "A cabana do pai Tomás" ou os animais nas "Memórias de um burro". As consequências foram, se calhar, a abolição da escravatura, da pena de morte, a constituição das sociedades protectoras dos animais, a condenação da tortura e da prisão por dívidas, que sei eu?
Em meados de XVIII ainda se faziam autos de fé no Rossio e se torturava publicamente os Távora.
O século XIX, na nossa cultura, dita ocidental, parece-me ter sido, sob este ponto de vista, o ponto de viragem. Devo estar a ser abominavelmente simplista, mas o desaparecimento do ensino da literatura no secundário não irá agravar o problema? Sobretudo quando os nossos miúdos têm à sua disposição jogos de computador como os inúmeros "mortal combat", onde o que lhes é proposto como identificação é a personagem do agressor?
Deus ilumine o Ministério da Educação ou permita que eu esteja errado.
Um abraço, Luís e desculpe esta minha veia discursiva.

ATIREI O PAU AO GATO disse...

Viva Tacci!
Não me parece que esteja a ser tão simplista como escreve e a questão, se a quisermos desenvolver, remeter-nos-à para a velha questão de se deve ou não haver literatura empenhada, se faz ou sentido que a literatura pretenda dar ao mundo mais que o mero entertenimento, enfim, se de facto existe uma literatura que acrescente cultura nova às mentalidades de uma época ou de uma dada população.
Nestes últimos casos, as suas palavras ilustram as respostas positivas que lhes poderemos encontrar. Mas muito antes isso aconteceu e logo a partir daquele que muitos tomam pelo começo do romance moderno, de Cervantes,o D. Quixote.
É claro que temos que ressalvar que não estamos a defender que estes Autores tenham escrito panfletos e muito menos que tenham feito as suas obras maiores e mais imporantes com o desiderato único ou evidente de intervirem socialmente nos seus mundos; mas ao criticarem ideias e comportamentos, ao levantarem perguntas, ao permitirem reflexões morais sobre mútliplos problemas, acabaram por confluir para o aprofundamento de um modo de ver o mundo que toma os homens por vértive de toas as coisas.
Creio ser natural que isso aconteça na literatura pois esta trata de indivíduos e -com a honrosa excepção do realismo socialista ou científico- aquilo que acaba por nos apresentar são sempre reflexões que partem dos indivíduos para a sociedade a que dão corpo e não o contrário. Na minha modestíssima opinião, o exemplo mais caricato que podemos tomar para ilustrar as suas palavras e porque não politicamente empenhado em termos literários,propriamente ditos,como por exemplo, o Zola, em França, o melhor exemplo apontá-lo-ia na obra de Charles Dyckens que você refere no caso do Coperfield mas também e até nos contos de Natal. O que nos permite reflectir aquele velho avarento do Scrooges?
A literatura é uma companhia do homem ainda antes da escrita se me é permitido a construção doparadoxo, mas tenho para mim que desde sempre os homens gostaram de ouvir histórias de outros homens e de outras paragens. Afinal,nascemos caminhantes e aquilo que Lascaux nos permite compreender é que para lá de todas as motivações que possam ter estado na base daquelas pinturas e que provavelmente jamais vifremos a identificar com certeza, ainda antes do neolítico, ainda antes da agricultura e da produção de alimentos ohomem fez e provavelmente se extasiou com um objecto de arte. Não são os sonhos parte integrante da nossa natureza animal de mamíferos?
Nesse sentido, em alguns aspectos o neo-realismo e naturalmente o citado realismo socialista até acabaram por ser um retrocesso pois acabaram por fazer obras discutíveis e de moral duvidosa. Mas do outro lado do Atlântico houve pela mão de um descendente de portugueses, Jonh dos Passos, iniciou-se um movimento que recolocou a reflexão sobre a natureza dos homens como o ponto fulcral dos debates que os seus livros poderiam levar-nos a fazer. Hoje em dia essa tradição tem o máximo expoente e sublime limite nesta arte precisamente -é claro que para meu gosto, é bom de ver- no Golding a que você recorreru para reflectir sobre a perversidade de crianças.
Ora neste sentido continuo a dizer que o Tacci faz um blog de se lhe tirar o chapéu pois os seus objectivos, para lá de mostrar a cultura portuguesa, são assim duplamente atingidos naquilo que através das letras nos consegue fazer reflectir sobre este mistério de sermos humanos. Será assim, meu amigo?
Espero não o ter maçado com as minhas palavras e rogo-lhe que as tome como o acrescento que da minha parte poderia dar a esta pequena conversa.
Tenha um resto de uma boa noite, Tacci, empaz e com saúde extensivas a todos aqueles que ama.

Luís F. de A. Gomes

tacci disse...

Meu caro Luís:
Em primeiro lugar, as minhas desculpas por só agora estar a responder ao seu post: o Natal e as Festas desorganizaram-me mais do que eu gostaria, sobretudo porque o Luís aborda um tema que me é muito caro, o dos limites entre o panfleto e a propaganda por um lado, e a literatura (como arte e como descoberta) por outro. Lembra-se de um livro do Kundera, "A arte do romance", em que ele refere que na Rússia comunista se publicavam "centenas e milhares de romances em tiragens enormes e com um grande sucesso", mas que "esses romances já não prolongam a conquista do ser"? "Não descobrem nenhuma parcela nova da existência; confirmam apenas aquilo que já foi dito..."
Algumas obras do neo-realismo português terão revelado novos aspectos do ser, pelo menos em Portugal. Penso que o "Esteiros" estará neste caso, ou para mim está. Ou "Se for menina chama-se Custódia", do Stau Monteiro.
Outros, julgo eu, terão mostrado apenas a obediência ao padrão. Tranquilizam em vez de inquietar, reafirmam a submissão em vez de libertar. Mas há, por vezes, sinais de autenticidade, mesmo no meio do mais banal dos livros. Não revelarão esses sinais algumas das forças em presença?
O que, neste blog pelo menos, me interessa é o conflito entre os diferentes padrões que determinam os nossos modos de existir como portugueses e, se possível, como se aliam ou conflituam, como se juntam e se separam em diferentes momentos da nossa história. Por exemplo, os "vimiosos" aliaram-se a muitos outros grupos durante a ocupação francesa e depois combateram-nas durante as guerras liberais.
Mas pronto, não quero abusar da sua paciência, tanto mais que muito disto está ainda em estado larvar. Se daqui sair ao menos uma borboletazinha colorida, já hei-de ficar satisfeito e os leitores do Portugal, Caramba não terão perdido completamente o seu tempo.
Um abraço, Luís.

Anónimo disse...

[u][b]Xrumer[/b][/u]

[b]Xrumer SEO Professionals

As Xrumer experts, we possess been using [url=http://www.xrumer-seo.com]Xrumer[/url] quest of a wish time conditions and grasp how to harness the massive power of Xrumer and turn it into a Cash machine.

We also yield the cheapest prices on the market. Numberless competitors devise cost 2x or consistent 3x and a a pile of the opportunity 5x what we responsibility you. But we maintain in providing prominent help at a small affordable rate. The unbroken direct attention to of purchasing Xrumer blasts is because it is a cheaper variant to buying Xrumer. So we focusing to keep that bit in rebuke and yield you with the cheapest standing possible.

Not simply do we be suffering with the greatest prices but our turnaround in the good old days b simultaneously for the treatment of your Xrumer posting is wonderful fast. We compel have your posting done ahead of you discern it.

We also cater you with a ample log of well-heeled posts on different forums. So that you can notice also in behalf of yourself the power of Xrumer and how we be struck by harnessed it to emoluments your site.[/b]


[b]Search Engine Optimization

Using Xrumer you can wish to apprehend thousands upon thousands of backlinks in behalf of your site. Many of the forums that your Place you will be posted on get exalted PageRank. Having your association on these sites can categorically serve build up some crown quality back links and uncommonly aid your Alexa Rating and Google PageRank rating utterly the roof.

This is making your site more and more popular. And with this increase in celebrity as well as PageRank you can keep in view to see your place in effect downright high-pitched in those Search Engine Results.
Transport

The amount of traffic that can be obtained by harnessing the power of Xrumer is enormous. You are publishing your site to tens of thousands of forums. With our higher packages you may even be publishing your site to HUNDREDS of THOUSANDS of forums. Visualize 1 brief on a in demand forum will by cotton on to a leave 1000 or so views, with communicate 100 of those people visiting your site. At once create tens of thousands of posts on fashionable forums all getting 1000 views each. Your shipping ordain associate because of the roof.

These are all targeted visitors that are interested or singular in the matter of your site. Imagine how divers sales or leads you can achieve with this titanic figure up of targeted visitors. You are truly stumbling upon a goldmine friendly to be picked and profited from.

Retain, Shipping is Money.
[/b]

GO YOUR CHEAP BLAST TODAY:


http://www.xrumer-seo.com

Anónimo disse...

[B]NZBsRus.com[/B]
Skip Idle Downloads Using NZB Files You Can Rapidly Find HD Movies, Games, MP3 Albums, Applications and Download Them at Electric Rates

[URL=http://www.nzbsrus.com][B]Newsgroup Search[/B][/URL]

Anónimo disse...

Counterfoil Our Black Prices at www.Pharmashack.com, The Prime [b][url=http://www.pharmashack.com]Online Apothecary's [/url][/b] To [url=http://www.pharmashack.com]Buy Viagra[/url] Online ! You Can also Espy Questionable Deals When You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/cialis.html]Buy Cialis[/url] and When You You [url=http://www.pharmashack.com/en/item/levitra.html]Buy Levitra[/url] Online. We Also Classify a Indeterminate Generic [url=http://www.pharmashack.com/en/item/phentermine.html]Phentermine[/url] On account of Your Regimen ! We Only specialty away Trade regular big monicker [url=http://www.pharmashack.com/en/item/viagra.html]Viagra[/url] and Also [url=http://www.pharmashack.com/en/item/generic_viagra.html]Generic Viagra[/url] !

Anónimo disse...

Infatuation casinos? ruminate on this advanced [url=http://www.realcazinoz.com]casino[/url] president and aside online casino games like slots, blackjack, roulette, baccarat and more at www.realcazinoz.com .
you can also live our untrained [url=http://freecasinogames2010.webs.com]casino[/url] supervise at http://freecasinogames2010.webs.com and arouse chairwoman fabulously touched in the steer !
another contemporaneous [url=http://www.ttittancasino.com]casino spiele[/url] in the sector of is www.ttittancasino.com , because german gamblers, layout magnanimous online casino bonus.

Anónimo disse...

You could easily be making money online in the undercover world of [URL=http://www.www.blackhatmoneymaker.com]blackhat cpa[/URL], Don’t feel silly if you haven’t heard of it before. Blackhat marketing uses alternative or little-understood ways to build an income online.

Anónimo disse...

While applying for the no credit a reckoning of payday loans you do not need I putting myself at risk for agreement caper. The loan-seekers are not actually directed to put up you'll be able for them. [url=http://cleverpaydayloans.co.uk]payday loans for unemployed[/url] Financing businesses is it the small act or perhaps a altogether barbershop provides cash but do not have the adequacy to abstract from a bank due to bad acceptability scores. Once you got the approval, the authorized fund will be No Teletrack then The lender who will ask you to fill up an online absorption form, adapted to bonus up an online accounting for with details, you are to submit it. Since, you get the acceptance approximately instantly; the loan most bothersome time.