quinta-feira, julho 19, 2007

O Cão que jogava xadrez

AVISO:
Não se sabe por que bulas, o Blogger entendeu que o XVIII episódio da Saga do Carlinhos e da Magrizela, já fora do Canil Municipal, ficava melhor lá mais abaixo.
Em querendo localizá-lo, é melhor clicar aqui ao lado.
Que se há-de fazer?
Impõe-se a resignação.
PS: Graças à Ana, que deu as necessárias dicas, o episódio tresmalhado voltou para o seu lugar, como era devido. Ainda dizem que vivemos num mundo sem solidariedade e que é cada um por si. O «Portugal, Caramba!» tem muita honra em vir aqui, publicamente, desmentir essas atoardas e, se permitem o neologismo, agradecer à «dicadora».
Bem-haja.

4 comentários:

ana disse...

o prazer foi meu, tu sabes!

MoonnooM disse...

Já ponderou editar um livro? ;)
Gostava tantooo!:D *beijnhos*

tacci disse...

Mesmo se o prazer foi teu, o proveito foi do Portugal, Caramba! Espero que continuis essas prazenteiras ajudas.
Obrigado outra vez.

tacci disse...

Olá, Cláudia.
Pensar, o que se chama pensar, ainda não: uma fantasia por outra, isso já. Mas não me parece que haja muitos editores ansiosos por editar histórias de cães que nem sequer sabem jogar xadrez.
Beijinhos para si também.