sábado, julho 05, 2008

Reticências


1 Março 2008

Não sei bem porquê
Gosto de escrever em forma de sapato
Começando na curva arredondada do pé
Até chegar às pontas dos dedos num desvelo timorato...


Ana Maria Puga, Reticências... Papiro Editora, 2008



Interpretado com a caneta e o pincel, o poema podia resultar mais ou menos assim. Mas a Ana Maria nunca nos havia de perdoar...

2 comentários:

gaivota disse...

Acho que a Ana Maria vai é ficar muito agradecida

tacci disse...

Oxalá ela seja da mesma opinião.
Um abraço.